IPS E.MAX PRESS

O sistema consiste na técnica de cera perdida, ou seja, o trabalho é encerado, incluído em um anel (como em fundições convencional) depois de eliminado a cera em forno próprio, é colocado no anel uma pastilha de cerâmica (IPS Empress) e levado para o forno especial para injeções de cerâmica que compõe o sistema, posteriormente efetuado a prensagem é feito a decapagem, acabamento e glaze na técnica de maquiagem, podendo fazer provas e posterior glaze, ou a prova do cooping (técnica de estratificação) para depois efetuar a aplicação da cerâmica e glazer.

IPS E.MAX Press IPS E.MAX Press IPS E.MAX Press IPS E.MAX Press IPS E.MAX Press IPS E.MAX Press IPS E.MAX Press IPS E.MAX Press IPS E.MAX Press

Material:
IPS e.max Press é uma pastilha de cerâmica vítrea de di-silicato de lítio para a tecnologia de INJEÇÃO. O processo de fabricação produz pastilhas homogêneas, em vários níveis de opacidade e com resistência à flexão de 400 MPa. Deste modo, as pastilhas IPS e.max Press são as que apresentam a maior resistência.

As pastilhas são injetadas nos fornos de injeção da Ivoclar Vivadent e produzem restaurações que mostram perfeita adaptação. Comparadas às pastilhas IPS Empress®, as pastilhas IPS e.max Press são maiores em diâmetro, isto é, têm mais volume, o que permite a produção de maior número de restaurações por cada ciclo de injeção. Isto incrementa a rapidez do trabalho e a eficiência econômica. As estruturas injetadas, altamente estéticas e cromatizadas, são estratificadas com os materiais IPS e.max Ceram.

Indicações:
– Facetas finas.
– Facetas.
– Coroas anteriores e posteriores.
– Pontes anteriores de 3 elementos.
– Pontes de 3 elementos, com o segundo pré-molar como o pilar mais distal.
– Sobre-injeção em coroas unitárias galvanizadas.
– Supra-estruturas de implantes para restaurações unitárias (regiões anterior e posterior).
– Supra-estruturas de implantes para pontes de 3 elementos, com o segundo pré-molar como o pilar mais distal.
– Coroas telescópicas primárias.

As seguintes possibilidades estão disponíveis para o posterior processamento das restaurações IPS e.max Press:
– Caracterização estética e glazeamento das restaurações anatômicas com os materiais IPS e.max Ceram Shade, Essence e Glaze.
– Estratificação estética de estruturas ou de restaurações parcialmente reduzidas com os materiais de estratificação IPS e.max Ceram.

Contra-indicações:
– Pontes com o primeiro molar como pôntico.
– Pontes com 4 ou mais elementos.
– Pontes retidas por inlays.
– Preparos sub-gengivais muito profundos
– Pacientes com insuficiente estrutura dental remanescente.
– Bruxismo.
– Pontes do tipo "cantilever".
– Pontes do tipo "Maryland".

Sistemas / Materiais Infra-estrutura Bio - Compatibilidade Resistência Dureza Vikers Indicações Custo x Beneficio e Função x Estética
IPS E.MAX Press Excelente 400 Mpa [MPa m0.5] 2.75 Copings,fixas anteriores de até 3 elementos, Inlays e Onlays coroas sobre implantes Ótimo